With One Voice 2012 was the first time in history that an event for homeless people was part of official Olympic celebrations. Over 300 people with experience of homelessness from organisations all over the UK performed at the Royal Opera House. After this major happening, Streetwise Opera and People’s Palace Projects coordinated 3 year Arts & Homelessness capacity building and exchange programme between Brazil and UK. Over this period, Brazilian delegates (artists, activists and government members) came to the UK to get to know about some of the top organisations in the sector and UK delegates travelled to Rio de Janeiro and São Paulo for meetings, training sessions and performances programmes. Developed in 3 phases, the project now moves towards its 4th phase – sustainability and legacy – with the sector in Brazil getting stronger by the day.

  • Phase 1

During April 2015 we produced and coordinated a visit by the Brazilian half of the network to Manchester and London, from 19-24 April. We learned from each other, shared practice and experiences, and engaged with policy makers on housing, homelessness and the arts in the UK and Brazil.

  

  • Phase 2

In November 2015, we have taken a group of artist, activists and NGO directors from UK to Rio and São Paulo for a week. The group includes Pete Churchill from The Choir with No Name; Terry O’Leary of Cardboard Citizens; Paula Lonegan of Crisis Skylight; Paul Ryan of Café Art; and a group from the homeless sector in Manchester, including Amanda Croome, the director of the Booth Centre (a homeless day centre), Beth Knowles, a Labour Councillor involved in homelessness, and Jacek Kmita, a Booth Centre volunteer with lived experience of homelessness. They hope to pilot the Homeless People’s Movement in Manchester which could have significant ramifications for homelessness policy in the UK.

During this exchange, we’ve reproduce in São Paulo the same method that Café Art have been producing in the UK for the past years, developing a Minha São Paulo Calendar. 100 cameras were given to people with experience of homelessness in São Paulo and the 13 best photos (chosen by public vote) became a calendar that was sold to support projects in Arts & Homelessness in the city. See Minha São Paulo calendar video below.

Para esta fase, os parceiros brasileiros incluíram o Movimento de População de Rua, Organização de Auxilio Fraterno (OAF), a companhia teatral Os Satyros , o artista independente Helder Holiveira, a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania da prefeitura de São Paulo Associação Solidários de Amigos de BetâniaCirco Crescer e Viver, e a  Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura do Rio de Janeiro.

        

  •    Fase 3 e sustentabilidade

Em julho de 2016,  a população de rua do Rio de Janeiro teve a chance de participar de uma ocupação artística, com performances, seminários e workshops, como parte oficial das Olimpíadas Culturais do Rio2016. A proposta da semana, que ocorreu de 19 a 23 de julho era aumentar a visibilidade e dignidade das pessoas em situação de rua na cidade e celebrar os seis novos corais compostos pela população de rua do Rio, fundados a partir do projeto, expandindo o trabalho e o setor local.

A semana culminou em um evento especial no dia 23 de julho (sábado), onde uma série de apresentações de parceiros locais e internacionais marcou o lançamento mundial de um Rede Internacional de Artes e População de Rua, e a passagem do projeto Uma só Voz para Tóquio, próxima sede olímpica.

Para esta ocupação, 18 pessoas representantes de ONGs de cinco países vieram ao Rio participar das atividades, das organizações  Som da Rua (Portugal), Milk Crate Theatre (Austrália), Theatre of the Oppressed NYC (USA), Kamagasaki Arts University (Japão), Sokerissa (Japão), Cardboard Citizens (Reino Unido), Manchester Homeless Charter (Reino Unido) and Choir with No Name (Reino Unido). A comitiva participou de seminários, apresentações workshops e reuniões com os parceiros locais.

      

Desde o fim da terceira fase o projeto Uma só Voz continua forte e focado no treinamento e aperfeiçoamento dos corais no Rio de Janeiro. A rede internacional Uma só Voz está cada vez mais se tornando um movimento mundial, construindo uma plataforma de trocas e lobby para o setor de Artes e População de rua. A próxima parada é Tóquio, em preparação para os jogos olímpicos. Um novo website, com um mapa de atividades do setor ao redor do globo foi lançado: www.with-one-voice.com.

A rede With One Voice é produzida pela ONG Streetwise Opera com o apoio das organizações Calouste Gulbenkian Foundation UK Branch e  Macquarie Group Foundation. O projeto Uma Só Voz no Brasil é produzido pela  Streetwise Opera e People’s Palace Projects com o apoio do Movimento Nacional de População de Rua, Secretaria de Desenvolvimento Social do Rio de Janeiro,Circo Crescer e Viver, Biblioteca Parque Estadual, Museu do Amanhã, MAM RJ, EMAUS, Pastoral das Ruas e Defensoria Pública do Rio de Janeiro.

Para acessar o relatório sobre a terceira fase do projeto, clique aqui

Para todas as notícias sobre o Uma só Voz, clique aqui

Clique aqui para matérias na imprensa

*fotos de Lorena Mossa e Agência Visível